Capacidade de adaptação

Renato Follador


adaptabilidade.001

Ontem, refletia como resumir em uma palavra a virtude principal para se tornar um profissional de sucesso- e até uma pessoa realizada- no mundo atual.

Cheguei a esta: adaptabilidade. Isso, adaptabilidade.

Explico. Na época de nossos avós, eles aprendiam um ofício ou conseguiam um emprego e o exerciam até a morte. A forma de fazer as coisas, e mesmo os produtos, levavam uma geração para mudar. Um exemplo claro é o fusca, que foi uma das poucas opções de carro aqui por décadas.

Ocorre que o conhecimento e a tecnologia mudaram tudo.

A cada dia, mais e mais informação está disponível para criar serviços, produtos e formas de viver diferentes.

As inovações do mundo tecnológico, então, chegam toda hora. O celular era para fazer ligações telefônicas. Ponto. Três anos depois, também para se divertir, quando incorporou jogos e câmera fotográfica. Agora, os “smartphones” são instrumento de trabalho e escritório virtual.

Pois é, profissionalmente, resta nos rendermos às novidades. Hoje, não basta se adaptar definitivamente a uma nova situação, mas entrar num estado de permanente adaptação para enfrentar as complexidades, as mudanças e aproveitar as novas oportunidades da vida virtual.

Tem um lado bom: obriga-nos a estar sempre aprendendo, adquirindo novos conhecimentos e novas habilidades. E isso estimula o cérebro e prolonga a vida.

Tenha cintura, amigo.

 

 

 

 

Acompanhe meus comentários diários também nas redes sociais @orenatofollador e nos Podcasts da Apple, Spotify e Deezer.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="744673" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]