E acabou o ano

Renato Follador


e acabou o ano2

 

E acabou o ano! E que ano! Talvez, para a história, um ano perdido, mas para nossa vida um ano de reflexões e mudanças.

Por outro lado, na velocidade das tecnologias da informação e comunicação já não sentíamos mais o tempo passar.

Mas tem uma coisa que ainda pode ser feita neste último mês antes da virada: começar a poupar. Inclusive aproveitando que sobra um dinheiro por conta do 13º., para quem é assalariado, das vendas, para quem está no comércio, e do trabalho, para os autônomos que são chamados para resolver problemas de última hora.

Digo sempre que poupar nunca fez mal a ninguém. E que pagar menos imposto também.

Por que então não aproveitar esse momento propício para começar ou aumentar a previdência privada. Dá para abater até 12% da renda na Declaração de IR do ano que vem.

Para os que estão em dúvida, um exemplo: com somente R$ 200,00 por mês, teríamos R$ 1.125.000,00 se contribuíssemos dos 25 aos 65 anos num fundo de pensão. Isso, seríamos milionários aos 65 anos. Já se depositássemos R$ 150,00 para um filho recém-nascido todo mês, aos 18 anos, teria R$ 70.000,00, valor suficiente para pagar uma ótima faculdade particular.

Funciona. Os aposentados por fundos de pensão de estatais e multinacionais estão muito bem de vida.

Isso é privilégio? Não, porque eles tiveram que ter iniciativa de começar, disciplina de contribuir, perseverança de não desistir e paciência de esperar chegar a hora da aposentadoria.

Sigam os inteligentes e vencedores.

 

 

Acompanhe meus comentários diários também nas redes sociais @orenatofollador e nos Podcasts da Apple, Spotify e Deezer.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="730695" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]