Empréstimo

Renato Follador


De novo, me perguntam se devem tomar empréstimo nesta época de pandemia.

Resposta: absolutamente, sim.

Por uma fundamental razão: os juros estão baixíssimos. Mas podem crer, em algum momento, vão voltar a subir.

Com a SELIC no menor patamar da história, sendo ela que baliza todos os demais juros, quem assinar um contrato agora vai pagar, pelo prazo acordado, um juro muito mais baixo do que aquele que contratar no futuro. E aqui, um detalhe: se o contrato for longo, melhor e mais ganho, ou melhor, menor perda para quem financiar.

Vejam o exemplo do financiamento habitacional. Há dois anos, a taxa de juros para financiar a casa própria em 20, 30 anos estava ao redor de 12% ao ano. Hoje, é possível encontrar a 6%.

Perceberam, quem contratou lá atrás vai pagar muito mais pelo mesmo imóvel.

Financiar carro também. Os juros do financiamento estão metade do que há dois anos.

Assim, para quem precisa do bem e tiver renda para pagar não pense duas vezes. Tome empréstimo, pois raramente veremos crédito barato neste país no futuro.

Quem diria, eu sugerindo as pessoas a se endividar!

Agora, aproveitem também para aprender a poupar para comprar, pois aí não existe juro mais barato. É zero.

Países desenvolvidos e gente rica fazem isso e por isso mesmo são ricos.

 

Acompanhe meus comentários diários também nas redes sociais @orenatofollador e nos Podcasts da Apple, Spotify e Deezer.

Previous ArticleNext Article