Erva Cidreira

Renato Follador


Bolsa desabando, juros baixíssimos, investir no quê?

Pois é, situação inusitada. Quando o país estava complemente desiquilibrado no aspecto fiscal, bastava aproveitar-se das enormes taxas de juros pagas pelo governo para financiar sua dívida pública. E a Bolsa ficava no chão.

Já, nos últimos tempos, quando começamos a fazer o dever de casa e a taxa de juros caiu dramaticamente, a Bolsa surgiu pujante, passando dos 90 mil para quase 120 mil pontos.

Essa dicotomia entre Bolsa e Juros verificou-se na maior parte da história econômica do país, mas e agora?

Pois agora é ter sangue frio. É ter paciência. E, acima de tudo, não realizar prejuízo, ou seja, não desfazer-se de ações de boas empresas na baixa.

Digo até o contrário. Se você tiver um pouco de dinheiro sobrando é hora de comprar ações, pois, passado o tsunami, elas vão voltar a valorizar, embora isso leve um tempo.

Ações de empresas como Rodobens, Frasle, Unicasa não tem fundamentos financeiros que justifiquem a queda brutal e vão, naturalmente, voltar a valorizar-se.

Porém, tome cuidado com empresas como Petrobrás e Vale, pois, aí sim, não há controle sobre o que vai acontecer com o mercado mundial dessas commodities.

Já vivi muito para ver a Bolsa despencar, como em 1.998, 1.999, 2002, 2008, 2011, mas se as empresas são boas elas sempre se recuperam com o tempo. Aliás, lição número 1: Investidor de Bolsa tem que visar o longo prazo, diferente do especulador de Bolsa.

Por hora, chá de erva cidreira.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="687675" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]