Escravos da compra parcelada

Renato Follador


Em época normal, vejo tanta gente vivendo o dia a dia como se não houvesse amanhã que me desespero.

Vejo desinformados otimistas fazendo planos de viagens na aposentadoria sabendo que eles jamais vão poder parar de trabalhar.

Vejo ignorantes dizendo que previdência privada é de banqueiros, mal sabendo eles que são muito mais explorados na previdência social. Previdência privada não é só a dos bancos, mas também a dos fundos de pensão, que não tem finalidade lucrativa, e repassa toda rentabilidade para o bolso dos segurados.

Enfim, vejo um país com pouca educação financeira e previdenciária, que não quer amadurecer.

A culpa disso não é do trabalhador ou da sociedade como um todo, mas dos governos que insistem em manter o povo na ignorância para arrecadar impostos escorchantes, praticar juros extorsivos, enriquecer banqueiros e fazer o comprador pagar 3, 4 vezes pelo mesmo produto ou serviço.

Acreditem, trabalhamos, no mínimo, um terço de nossa vida só para pagar juros aqui no Brasil. 

Amigo, sou o único comentarista que ensino previdência com finanças pessoais na mídia no Brasil. E isso é muito pouco, porque deveria ser matéria de curso de graduação de qualquer faculdade ou curso profissionalizante.

Em países desenvolvidos se ensina a poupar antes de gastar, aqui se gasta antes mesmo de receber o salário.

Por isso lá fora não tem compra a prestação e aqui a maioria só compra a prestação.

Enfim, somos escravos dos juros.

 

Me siga nas redes sociais @orenatofollador e escute meus comentários nos Podcasts da apple, Deezer e Spotify.

Previous ArticleNext Article