Experiência mais Informação

Renato Follador


Hoje, temos acesso a uma quantidade jamais imaginada de informação. Nos perdemos na abundância da Internet e na massificação via televisão e rádio. Mas, será que mais informação tem nos trazido mais sabedoria?
Antigamente, a sabedoria era um atributo da velhice, calcada somente na experiência de vida. Estava personificada nos velhos, em torno dos quais se sentavam os demais para ouvir e aprender.
Na segunda metade do século passado, sobretudo nos países industrializados do Ocidente, os velhos passaram a ser relegados a um lugar marginal. A palavra velho se tronou quase pejorativa, um sinônimo de pobre-coitado. Os jovens de então tinham mais estudo e isso se sobrepunha ao conhecimento prático.
Mas, neste século, vamos observar uma revolução. Estamos diante de uma nova geração de idosos: muito mais numerosa, bem formada e informada, com habilidades na área de informática e com experiência de vida.
Os sessentões de agora serão a primeira geração de idosos com tais atributos na história.
E um dado muito importante: a quantidade de brasileiros entre 15 e 60 anos de idade cresce 0,5% ao ano. Já os com mais de 60 anos, 3%. Ou seja, os sessentões crescem 6 vezes mais.
Por isso é bom o governo, o comércio, o marketing e o turismo pensarem mais neles, pois serão numerosos e poderosos.
 
Consultas sobre finanças e previdência : (41) 3013-1483

renato.follador

Previous ArticleNext Article