Meu desejo

Renato Follador


Com tanta insegurança, tristeza, notícias ruins, esperanças traídas e confiança diminuída, estes são meus desejos a você, amigo, quando tudo isso passar: que você consiga uma casa maior, uma TV enorme 4K, mas que os cômodos fiquem vazios e a TV desligada quando tua família estiver reunida ao redor de uma única mesa.

Que tua conta bancária esteja sempre no azul, mas, sobretudo, que você tenha em teu bolso R$ 3,00 para comprar algodão doce e saboreá-lo com os filhos sujando os dedos.

Que você, que teve tempo para refletir, decida usar o tempo de vida que te resta para trabalhar em algo que te dê prazer.

Que você tenha um excelente plano de saúde, mas se esqueça que ele existe, por não precisar usá-lo.

Que você jante em badalados restaurantes para descobrir que a maior chef que existe cozinha na tua casa.

Que tua Internet trafegue em altíssima velocidade, mas que tua melhor rede seja aquela pendurada entre duas árvores, onde você possa ouvir os pássaros cantarem.

Que você tenha um smartphone de última geração, mas não precise usá-lo para dizer às pessoas mais importantes da sua vida o quanto as ama.

Que você tenha um carro zero, mas lembre de algumas vezes andar a pé, de mãos dadas, com os filhos no parque.

E que assim, conquistando tudo o que se pode comprar, descubra que mais importante do que aquilo que você tem, é quem você tem.

 

 

Me siga nas redes sociais @orenatofollador e escute meus comentários nos Podcasts da apple, Deezer e Spotify.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="700011" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]