Uma fábula

Renato Follador


Prancheta 1

Uma fábula engraçada.

Deus criou o burro e disse-lhe: “Obedecerás ao homem, carregarás fardos nas costas e viverás 30 anos. Este respondeu: “Senhor! Ser burro, obedecer ao homem, carregar fardos nas costas e viver 30 anos? É muito. Bastam-me apenas 10.

Aí Deus criou o cachorro e disse-lhe: “Comerás o osso que te jogarem, tomarás conta da casa do homem e viverás 20 anos.” “Senhor, com essa vida, viver 20 anos é muito. Pode ser 10?”

Deus criou, então, o macaco e disse-lhe: “Pularás de galho em galho, farás macaquices e viverás 20 anos”. O macaco respondeu: “Senhor, 20 é muito. Dez anos bastam.”

E Deus fez o homem: “Serás o rei dos animais, terás inteligência, dominarás o mundo e viverás 40 anos”. O homem respondeu: “Senhor! Ser rei dos animais, ter inteligência, dominar o mundo e viver apenas 40 anos? Poderia me dar os 20 anos recusados pelo burro, os 10 do cachorro e os outros 10 anos do macaco?”
Deus atendeu sob condições aceitas pelo homem.
Até os 40 anos, o homem vive a vida que Deus lhe deu originalmente. É homem. Dos 40 aos 60 anos, casa-se e carrega fardos nas costas para sustentar a família. É sua fase de burro. Dos 60 aos 70 anos, já aposentado, passa o tempo a tomar conta da casa. É a fase de cachorro. Dos 70 aos 80, sem ter o que fazer, passa a vida aqui e ali, na casa de um filho ou outro fazendo gracinhas para os netos rirem. É a fase de macaco.

Mesmo assim, todos queremos viver mais.

 

 

Acompanhe meus comentários diários também nas redes sociais @orenatofollador e nos Podcasts da Apple, Spotify e Deezer.

Previous ArticleNext Article