Eleições 2018: o processo eleitoral e as polêmicas sobre as urnas eletrônicas.

Janaina Chiaradia

Agora, pós eleições, nas quais decidimos tantos cargos importantes para nossos representantes legais, ainda teremos o segundo turno, no tocante a definição daquele que ira ocupar a função de Presidente da República.

Contudo, no último domingo, dia 07.10, muitas polêmicas surgiram a respeito da segurança e fiscalização das urnas eletrônicas.

Para sanar as dúvidas, e esclarecer os tópicos principais, conversei com o Dr. Frederico Rafael Martins de Almeida, que é Mestre em Direito Empresarial e Cidadania (Unicuritiba). Membro da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep). Membro do Conselho Consultivo da Escola Judiciária Eleitoral do Paraná (EJE-TRE/PR). Editor Executivo da Revista Brasileira de Direito Eleitoral e Ciência Política (Paraná Eleitoral). Professor na Pós-graduação em Direito Eleitoral e Partidário no Centro Universitário UniBosco. Professor convidado em cursos de pós-graduação e extensão nas áreas de Direito Eleitoral e Político na Universidade Positivo (UP) e Centro Universitário Internacional (Uninter). Co-autor das obras Registro de Candidaturas (2ª edição) e Propaganda Eleitoral: Poder de Polícia, Direito de Resposta e Representação Eleitoral pela Editora Instituto Memória. Formação em Coordenação de Tutores em EaD pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Analista Judiciário no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.


Amanhã estaremos apresentando os comentários, estudos e realidades a respeito do tema.

Até amanhã!

Abraços,

Janaína Chiaradia.

Post anteriorPróximo post
Janaina Chiaradia
Jurista, Mestre em Direito, Professora, Palestrante e Escritora.
Comentários de Facebook