Qual o Melhor Investimento? Invista em Você!

Janaina Chiaradia


In Loco: transmitindo informações e compartilhando experiências.

Da série: pare, olhe, invista!

Por Hildebrando Matheus Pinheiro…

Hildebrando Matheus é administrador; pós-graduado em Administração Internacional pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); Pós-graduado em Business and Economic Strategies pela University of Califórnia San Diego (UCSD). Possui MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); MBA Mercado Financeiro pela Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP) e Especialização em Mercado Financeiro pela University Yale.

Mais uma da série, que vem causando impacto na sociedade, e que, veio da troca de conversas com o profissional na área financeira, Hildebrando Matheus e seus convidados… cada qual na sua área de atuação e com seus estudos… auxiliando a sociedade na arte de saber investir, mesmo em meio a pandemia instaurada.

Vamos aos diálogos da semana, afinal, você já pensou em:

 

Qual o Melhor Investimento? Invista em Você!

 

Se alguém perguntasse qual é o seu talento o que responderia? Alguns podem acreditar que não tem talentos. Podemos não ser criativos nas áreas artísticas, como canto, dança, ou expressão escrita, mas podemos ter habilidades que não reconhecemos como talentos. Podemos possuir talentos especiais para organizar, fazer amigos, levar a paz, ensinar os outros ou cuidar de crianças. Temos a responsabilidade de desenvolver os talentos que recebemos. Às vezes, pensamos que não temos muitos talentos ou que outras pessoas foram abençoadas com mais capacidade de fazer coisas do que nós. Outras vezes, não usamos nossos talentos porque temos medo de falhar ou de ser criticados pelos outros. Não devemos esconder nossos talentos, mas, sim, usá-los. Há certas coisas que precisamos fazer para desenvolver nossos talentos.

Primeiro, descobri-lo. Precisamos avaliar-nos a fim de descobrir nossos pontos fortes e nossas aptidões. A família e os amigos podem ajudar-nos a fazer isso. Segundo, precisamos estar dispostos a despender tempo e esforço para desenvolver o talento que desejamos. Terceiro, precisamos aprender as aptidões necessárias para desenvolver nossos talentos, fazendo um curso, pedindo a um amigo que nos ensine o que desejamos aprender ou lendo um livro. Quarto, precisamos praticar nosso talento. Todo talento exige esforço e trabalho para se desenvolver. O domínio de um talento precisa ser aprendido. Quinto, precisamos partilhar os talentos com os outros. É pelo uso que eles se desenvolvem.

Agora que já identificou seu talento é o momento de tirar o proveito e usá-lo para obter uma nova fonte de renda. Isso não significa que precisa abandonar seu emprego fixo. Você pode, por exemplo, fazer um trabalho freelance em sua área de atuação ou em um campo inteiramente diferente, no qual também tenha competência e aptidão. Existe algo que você possa ensinar ou há alguma especialidade sobre a qual se sinta em condições de prestar consultoria ou alguma coisa que possa transformar em negócio? Desenvolva!

Com a ajuda de ferramentas disponibilizadas através da internet podemos encontrar muitos conselhos e dicas de como fazer determinadas coisas ou aprimorar outras tantas. Para ajudar na estrutura de um plano de negócios, podemos contar com o site do SEBRAE que disponibiliza cursos gratuitos que engloba diferentes áreas de uma empresa. Caso considere algo inovador, pode contar com recursos de investidor anjo. O Investimento Anjo é o investimento efetuado por pessoas físicas com capital próprio em empresas nascentes com alto potencial de crescimento (startups). Os bancos também contam com empréstimos com juros baixos para incentivar a iniciativa de micros e pequenas empresas.

Para executar seu objetivo você talvez vá precisar de tempo, então o ideal é rever com que está sendo gasto esse bem mais precioso. Todos nós temos a mesma quantidade de horas do dia, então será preciso reduzir tempo de outras coisas não tão necessárias para investir em algo produtivo. Avalie quantas horas está passando diante de redes sociais, assistindo televisão, ou fazendo outras coisas não tão necessárias, talvez seja o momento de reduzir um pouco. Decidir qual tarefa será reduzida, é doloroso, porém necessário.

Faço aqui uma pergunta: Como você se torna efetivamente mais valioso? Simples! Aprenda a trabalhar mais em si mesmo do que no seu trabalho. Tudo o que você precisa fazer para ganhar mais dinheiro na mesma quantidade de tempo é, simplesmente, se tornar mais valioso. Benjamin Franklin estava certo em dizer que investir em conhecimento rende sempre os melhores juros.

Cada um nasce com um talento, basta apenas descobrir qual é o seu e investir nele. O conselho que deixo é: Invista em você num nível tão alto que os outros tenham segurança para investir em você também. Portanto, não deixe o seu talento morrer dentro de si, mas sim morre depois de deixar o seu talento no mundo.

 

 

Investidor Anjo: https://www.anjosdobrasil.net/

SEBRAE: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae

 

Previous ArticleNext Article
Janaina Chiaradia
Jurista, Mestre em Direito, Professora, Palestrante e Escritora.