“País não suporta mais a situação que estamos vivendo”, diz Romanelli

Inflação alta, taxas de juros elevadas e baixo crescimento da economia brasileira traz muitas incertezas para o País e amplia as desigualdades

Pedro Ribeiro - 10 de junho de 2022, 11:43

Foto/divulgação
Foto/divulgação

 

Inflação alta, taxas de juros elevadas e baixo crescimento da economia brasileira traz muitas incertezas para o País e amplia as desigualdades. A avaliação é do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD), que reafirmou nesta sexta-feira, 10, que os rumos da política econômica nacional estão errados. “O País não suporta mais a situação que estamos vivendo”, disse em entrevista para a Rádio Cornélio FM.

Romanelli sublinha que a pandemia trouxe diversos obstáculos para o País, mas acredita que a forma de condução da economia, por parte do governo federal, não vai mudar a conjuntura. “Já fomos a sexta economia do mundo e agora somos a décima. E as autoridades federais acham que assim está bom, comemoram”, avaliou..

Para ele, há diversas mudanças estruturais que são necessárias e cita como exemplo a reforma tributária, com maior taxação para os ricos. “Não sou contra acumular fortuna, desde que o dinheiro cumpra uma função social, gere empregos e atividade econômica. Qualquer país civilizado tributa a grande renda”, disse.

“No Brasil, temos um sistema tributário regressivo. Quem tem muito, paga pouco, enquanto a classe média e os trabalhadores são penalizados porque tudo tem imposto”, avalia Romanelli. “A carga tributária é a mesma para pobres e ricos. Só que quem tem mais sente muito menos o impacto dos tributos no seu bolso”.