Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Fim de feira

A batalha de Dilma Rousseff, que esperneia para não perder o poder e manter, no poder, seus asseclas, está chegando ao s..

Pedro Ribeiro - 30 de agosto de 2016, 10:08

Valter Campanato/Agência Brasil
Valter Campanato/Agência Brasil

A batalha de Dilma Rousseff, que esperneia para não perder o poder e manter, no poder, seus asseclas, está chegando ao seu final. No Senado, onde fez uma patética defesa, reforçando a tese de que houve golpe e que seu principal inimigo, deputado Eduardo Cunha, foi o principal responsável pelo processo que responde, a presidente afastada foi agressiva e não mudou em nada a opinião dos senadores favoráveis à sua saída definitiva do Palácio do Planalto.

ANÚNCIO

À exceção dos senadores paranaenses, Roberto Requião e Gleisi Hoffmann, o placar é distanciado e poderá chegar a 60 votos, o que decretaria o fim do reinado não apenas de Dilma Rousseff, mas em grande parte do PT. Ouvi declaração da senadora Simone Tebet (PMDB-MS) que prevê 62 ou 63 votos contra Dilma e ouvi, também, do senador Requião, que o processo foi revertido.

No Paraná

É engraçado e hilária a guerra surda que vem sendo travada no Paraná entre membros do governo do Estado e entidades do setor produtivo e da OAB. Eles estão usando, como instrumento de divulgação, o jornal Gazeta do Povo como podemos ver na edição desta terça-feira onde, de um lado, representate da OAB critica o “pacote” de medidas do governador Beto Richa e, do outro, o próprio secretáio da Fazenda, diz o contrário. Para o público leigo, fora dos bastidores da Assembleia Legislativa, a confusão é grande e ninguém sabe quem está certo e quem está errado.pedro.ribeiro