Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Maria Victória faz as contas e acredita no segundo turno

  A pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela rádio BandNews movimentou as assessorias dos candidatos ..

Pedro Ribeiro - 29 de setembro de 2016, 15:09

 

ANÚNCIO

 

A pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela rádio BandNews movimentou as assessorias dos candidatos à Prefeitura de Curitiba. Contas daqui, dali, noves foras, e todos chegaram à conclusão de que o pleito não está definido e que a maioria tem chances de ir para o segundo turno.  Da equipe da Maria Victória, por exemplo, recebemos a seguinte observação:  a candidata da coligação Renova Curitiba  aparece tecnicamente empatada com Gustavo Fruet e Ney Leprevost no segundo lugar – levando-se em consideração a margem de erro, de 2,8 pontos porcentuais: Rafael Greca ainda lidera, com 30,59%; Gustavo Fruet (PDT) aparece com 12,88%, Ney Leprevost (PSD) com 10,81% e Maria Victoria com praticamente 8% (7,98%). Requião Filho (PMDB) vem na sequência com 5,9%, seguido por Tadeu Veneri (PT), com 3%. Ademar Pereira (PROS), Xênia Mello (PSOL) e Afonso Rangel (PRP) tiveram menos de 1% cada um. Brancos e nulos somaram 9%, e não sabem ou não responderam, 3%. Os entrevistados que se disseram indecisos são 14%.

O levantamento do Instituto Opinião também fez uma estimativa da rejeição de cada candidato. Neste quesito, Requião Filho lidera, com 17,21%; Rafael Greca vem logo atrás, com 16,79%; Gustavo Fruet é o terceiro, com 13,22%. Tadeu Veneri e Maria Victoria têm 8% cada um, e Xênia Mello é rejeitada por 7% dos eleitores. Ademar Pereira (2%), Ney Leprevost (2%) e Afonso Rangel (1%) são os menos rejeitados. Foram ouvidos 1.200 eleitores entre os dias 26 e 27 de setembro. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número de identificação PR-03805/2016.

ANÚNCIO

Maria Victoria dobrou as intenções de voto desde a primeira pesquisa do Ibope, divulgada no dia 23 de agosto, quando aparecia com 4%. No segundo levantamento, também do Ibope, divulgado em 19 de setembro, Maria Victoria teve 6% das intenções de voto. É uma progressão aritmética. “Tem mais a ver com o que eu tenho visto nas ruas. Já percorri os 75 bairros da cidade e o carinho das pessoas é sempre muito grande, principalmente nas áreas mais carentes. Agradeço o apoio e vamos com tudo para o segundo turno!”, comemorou Maria Victoria. Ela aproveitou os bons números e foi para as ruas, fazer corpo a corpo com eleitores. Ney Leprevost também comemorou o resultado: “Graças às pessoas de bem, nossa campanha cresceu muito”. Rafael Greca e Gustavo Fruet preferiram não comentar a pesquisa.

 pedro.ribeiro