A banda que passou

Pedro Ribeiro


Somente em governo sem comando alguém pode chegar em algum Ministério e ter a promessa do responsável pela pasta da assinatura de um memorando de compra em um negócio em que ninguém tratou antes de preços do que está sendo vendido, como no caso de vacina contra a Covid. E com isso ter a possibilidade de assinar contrato, no caso com o Ministério da Saúde, prevendo receber pagamento antecipado da metade do valor de bilhões de reais, antes da entrega de um produto que não existe para vender. Se a versão dada agora pelo general e ex-ministro para tentar explicar o que houve for ainda que em parte verdadeira, é preciso ser muito pateta, além de Incompetente. Ele e sua tropa antes aquartelada na pasta. Se essa banda é a boa e saudável, melhor nem pensar, por dedução lógica, o que deve ser a ruim, aquela a que se referiu o senador da CPI.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="776316" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]