Sintonia Fina
Compartilhar

A corajosa Gleisi

 Até pensei em escrever algumas linhas falando sobre a coragem da dissimulada senadora paranaense, Gleisi Ho..

Pedro Ribeiro - 12 de abril de 2018, 10:04

Foto: Alessandro Dantas
Foto: Alessandro Dantas

 

ANÚNCIO

Até pensei em escrever algumas linhas falando sobre a coragem da dissimulada senadora paranaense, Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT. Desisti. Minha intenção era a de mostrar que, apesar dos erros, das bravatas, mentiras e esse amor incondicional pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a senadora tida, hoje, como vergonha paranaense no Senado Federal, por ser ré por corrupção no Supremo Tribunal Federal, tem coragem.

Justamente por alguns dos fatos que citei: insistir na forma de chamar a Presidente da República, Dilma Rousseff, de “presidenta”, de espernear como uma senhora histérica no Senado Federal contra o impeachment, de correr o país na defesa de um homem condenado por corrupção e preso na Polícia Federal em Curitiba e virar piadas e chacotas nas redes sociais.

Sim, tem que ter coragem para tantas asneiras como a que afirmou antes do juiz federal Sergio Moro decretar a prisão de Lula: “para prender Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”. Como todos podem ver, Lula está na cadeia, não houve mortes e Gleisi continua na mesma toada da imbecilidade, afirmando que o movimento de protesto só terminará quando Lula estiver livre, como se não bastasse as derrotas em todas as instâncias da justiça.

ANÚNCIO

Por final, a corajosa Gleisi muda de nome: Gleisi Lula Hoffmann. Só esqueceu de colocar Silva no final.