A solidariedade do povo brasileiro na tragédia de Brumadinho

Pedro Ribeiro


 

As tragédias de Mariana e agora Brumadinho, mostra que o país não tem uma política de fiscalização dessas barragens que somam mais de 20 mil em todo o território nacional. Inacreditável que a Vale do Rio Doce, depois de soterrar casas, automóveis, seres humanos, deixando um rastro de desolação, volta a permitir que a desgraça se repita.

De que adianta a justiça bloquear R$ 11 bilhões de uma multinacional que fatura mais de R$ 11 bilhões por ano e continua a provocar dores, deixando famílias aos prantos por falta de um controle, de uma vistoria técnica mais apurada?

O Brasil e o mundo esperam que os responsáveis por mais essa tragédia sejam punidos não apenas com bloqueio de recursos, mas com penas mais severas pela falta de responsabilidade com a vida humana.

Entre choros, lágrimas e desinformações, o que assistimos em Brumadinho é a solidariedade das pessoas de todo o país ao ponto de a polícia mineira afirmar que as

doações arrecadadas para os atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos são suficientes e não é mais necessário o envio de donativos.

O Governo de Minas, através da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil de Minas Gerais agradece o empenho e a solidariedade do povo mineiro com os afetados pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho, e informa que os donativos arrecadados até o momento são suficientes, não sendo necessário o envio de mais materiais para o socorrimento humanitário”, diz nota divulgada pela Defesa Civil do estado.

Se for necessário, a campanha será retomada.

Os Correios informaram, em nota, que “não mais receberão doações para a população daquela região”. A empresa continua em contato com os governos estadual e municipal e se mantém à disposição para prestar toda a ajuda que for necessária.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="589551" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]