Sintonia Fina
Compartilhar

Ano começa com surpresas em candidaturas ao Governo do Estado

 Coronel Malucelli é consultado pelo núcleo empresarial do setor de transportes de cargas que apoia o presid..

Pedro Ribeiro - 01 de janeiro de 2022, 10:01

 

ANÚNCIO

Coronel Malucelli é consultado pelo núcleo empresarial do setor de transportes de cargas que apoia o presidente Jair Bolsonaro

A eleição ao Governo do Estado, em outubro de 2022, não será tão confortável ao governador Ratinho Junior, hoje dono da cadeira do terceiro andar do Palácio Iguaçu. Terá surpresas que começa neste primeiro dia do ano já com uma novidade: o surgimento do nome do coronel Sergio Malucelli, como possível candidato ao Palácio Iguaçu.

Seu nome vem circulando com força junto à base empresarial nacional do setor de transportes, ligada ao presidente Jair Bolsonaro e pelas forças de segurança pública do Estado.

ANÚNCIO

A articulação, que começou por São Paulo, Mato Grosso do Sul e Brasília, ganhou força na virada no ano em Guaratuba, onde passaram o Revellion várias lideranças de partidos políticos comprometidos com o presidente Jair Bolsonaro.

A possibilidade do líder empresarial, presidente da Federação das Empresas de Transportes Rodoviários do Paraná - Fetranspar – coronel Malucelli vir a ser candidato ao governo paranaense surge dentro do núcleo político do presidente Jair Bolsonaro, inconformado com a indecisão do governador Ratinho Junior em não oficializar apoio ao atual presidente.

Malucelli, que pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, disse ao Paraná Portal que vem sendo consultado por empresários do setor de transportes e que se sente honrado com a lembrança do seu nome, como aconteceu na eleição passada, quando foi candidato a vice na chapa da ex-governadora Cida Borghetti.

Foi um dos períodos mais importantes da minha vida, associados à minha paixão pelas forças de segurança pública, em especial a Polícia Militar, onde tive a oportunidade de visitar praticamente dos os municípios paranaenses ao lado de Cida Borghetti”, observou Malucelli.

Segundo ele, essa manifestação empresarial e de setores da Polícia Militar e Civil do Paraná, deverá ser seguida pelas lideranças políticas de partidos ligados a Bolsonaro e principalmente pelo apoio do próprio Presidente da República.

Quando me decidi a entrar na política, sabia que, a qualquer momento, poderia haver surpresas. Essa é uma grata surpresa, porque parte da classe empresarial da qual faço parte e da Polícia Militar, da qual jamais abandonarei”, disse.

Além de Malucelli e de Ratinho Junior, candidato à reeleição, outro postulante ao Palácio Iguaçu é o ex-governador Roberto Requião.