Apelo do Ministério Público para não eleger ou reeleger políticos corruptos

Pedro Ribeiro

deltan dallagnol mensagens verdadeiras vazamentos lava jato

Apelo do procurador Deltan Dalagnol publicado nas redes sociais mostra a preocupação com as eleições de outubro. O coordenador das 10 medidas contra a corrupção pede para que os eleitores brasileiros votem com consciência, ou seja, que analisem o perfil do candidato e observe se ele trem problemas com a justiça ou que seja compromissado com as ações contra a corrupção.

Tem razão o procurador em manifestar preocupação porque sempre há manipulações de políticos, principalmente dos ligados ao “centrão” para acobertar candidatos que tenham passagem ou citação na justiça, em especial na operação Lava Jato. O procurador não cita nomes, mas podemos relacionar, por exemplo, o ex-presidente Lula que, condenado e preso, ainda pode vir a ser candidato.

No campo do legislativo, estadual ou federal, o risco é maior ainda. São dezenas e centenas de candidatos, principalmente a reeleição em seus estados ou à Câmara Federal e ao Senado, com ficha suja, que deveriam ser inelegíveis. Mas, como burlam a legislação, fica, então, o apelo do procurador na hora da escolha do candidato.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="538712" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]