Apesar de tudo, é preciso acreditar

Pedro Ribeiro

Fotos produzidas pelo Senado bandeira do brasil

Pelo amor de Deus! o que fez este João de Deus? Quando vejo barbáries como esta ou tantas outras que envolvem pessoas inocentes, de bem e até ingênuas, principalmente crianças indefesas, nas mãos de pedófilos ou pais insanos, me revolto e fico ainda mais indignado por me sentir incapaz de pode ajudar. Este João de Deus, que abusou de jovens e senhoras inocentes, crédulas, que o procuraram porque estavam necessitando de ajuda espiritual, é um animal ou, se o demônio existir, está encarnado nesta pessoa. Deve não apenas merecer o castigo de Deus, mas dos homens e da lei.

Sei que estamos vivendo tempos ruins, de tiroteios em igrejas, crime organizado dominando territórios em todo o país, mas também vejo luz no futuro porque, como está não pode ficar e se nada for feito só tende a piorar. Muito das barbáries que assistimos no dia a dia dos noticiários da televisão, rádio e jornais, além das redes sociais, está intimamente ligado à questão social que assola o país, neste caso, o desemprego como a base da pirâmide.

Apesar de esperançoso, também não sou louco a ponto de acreditar em milagres como pregam alguns malucos da equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, a exemplo da ministra que diz ter visto Jesus trepado em um pé de goiabeira. Sandices à parte, temos que focar na questão econômica, porque é ali que mora o maior dos perigos e é dessa fonte que o país precisa para irrigar áreas como as da saúde, educação, segurança pública e desemprego.

Se a nível nacional estas questões, com certeza, não serão resolvidas em curto prazo e sim a médio e longo prazo, no Paraná acredito que as ações poderão ser mais imediatistas. A impressão que se tem é que os paranaenses apostaram em Ratinho Junior porque sua campanha focou justamente no acerto da questão social, a mais sufocante e depositaram esperança nele. Mas, como em política tudo pode acontecer, basta lembrarmos do então e também jovem governador, Beto Richa, que acabou decepcionando.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal