Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Arrogância e prepotência na Câmara Federal

 De um lado, a prepotência representativa da esquerda bolivariana em fim de feira, Gleisi Hoffmann, e do out..

Pedro Ribeiro - 27 de fevereiro de 2019, 10:02

Foto: Ana Volpe / Senado
Foto: Ana Volpe / Senado

 

ANÚNCIO

De um lado, a prepotência representativa da esquerda bolivariana em fim de feira, Gleisi Hoffmann, e do outro a arrogância da menina que copiava – e ainda copia – Joice Hasselmann. Assim caminhará o Congresso Nacional sob o comando feminino das duas deputadas que prometem, nas redes sociais, muitas asneiras e, quem sabe, tapas e socos ao vivo no plenário do legislativo brasileiro.

Em baixa no Congresso Nacional, onde depende, hoje, do presidente da Câmara, Rodrigo Maia e não da base aliada do PSL, o presidente Jair Bolsonaro pode ter dado mais um tiro no pé ao indicar como líder do governo na Câmara Federal a jornalista Joice Hasselmann, acusada de plágio pelo Sindicado dos Jornalistas Profissionais do Paraná e mais recentemente de ter copiado, na íntegra, parágrafos de uma lei do ex-presidente Michel Temer.

Não tiramos seus méritos porque, afinal, a paranaense de Ponta Grossa depois que teve as portas da área de comunicação em Curitiba totalmente fechadas, foi para São Paulo e conquistou o público paulista com seu discurso de extrema direita. Esperta, como sempre, se agarrou em Jair Bolsonaro e teve os holofotes voltados para si. Hoje é uma espécie de porta-voz do governo no Congresso Nacional.

ANÚNCIO

Não podemos, também, sustentar que não vai dar certo. O que achamos estranho é que o governo precisa, neste momento, de uma liderança adulta, que conheça os trâmites da Câmara dos Deputados e os parlamentares que a habitam. Jogar um elefante em um ambiente sofisticado, cheio de serpentes, tem tudo para dar errado. Mas vamos torcer para que de certo porque se trata dos destinos do país.

Joice e Gleisi, com certeza, nos proporcionarão grandes momentos de risos no desacreditado Congresso Nacional. Faz parte da piada do dia a dia.