Atherino deixa cadeia e Cunha será transferido para o Rio

Pedro Ribeiro


 

Enquanto o empresário Jorge Atherino recebia ordem de soltura do Complexo Médico Penal, onde estava detido por denúncia de ser o operador financeiro do ex-governador Beto Richa, a juiza Luciani Maronezi, da 2ª Vara de Execuções Criminais de Curitiba, autorizava a transferência do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) para presídio no Rio de Janeiro.

Na terça-feira, a segunda turma do STF havia recusado um habeas corpus e o manteve preso, mas nesta quinta-feira (11) um outro pedido foi atendido: embora preso, Cunha queria ficar mais perto da família. A transferência dele, no entanto, só se dará após confirmação das autoridades penitenciárias fluminenses sobre existência de vaga em presídios carioca.

O ex-secretário de Beto Richa, Ezequias Moreira também foi beneficiado com habeas-corpus e deixou a prisão no Complexo Médico Penal

 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal