Aumentar R$ 3 bi do fundo eleitoral durante pandemia é inadmissível, afirma Oriovisto

Pedro Ribeiro


 

O senador paranaense, Oriovisto Guimarães, foi uma das vozes a questionar a reforma eleitoral durante sessão virtual no Senado Federal. Segundo ele, “elevar a verba pública destinada ao financiamento de campanhas eleitorais de R$ 2,03 bilhões para R$ 5,7 bilhões é um absurdo”.

Por esse motivo, o senador votou contra a proposta da LDO 2022 na sessão da Comissão de Orçamento. “Aumentar R$ 3 bilhões do fundo eleitoral, em meio à pandemia, é simplesmente inadmissível”, pontuou Guimarães.

O senador Oriovisto Guimarães (PODE-PR) ponderou a necessidade de aprofundar a discussão das propostas que alteram a legislação eleitoral e em uma única e completa reforma política/eleitoral ao invés de apreciar tantos projetos separadamente como tem acontecido. “Fazer uma reforma fatiada não tem o mesmo efeito”, afirmou o senador.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="775893" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]