Azeite quente na frigideira do Palácio do Planalto

Pedro Ribeiro


Depois do Bebiano e um chega pra lá em Onix, o núcleo duro do Palácio do Planalto fritou o ministro da Saúde, Mandetta. Neste mesmo tempo, colocou o ministro Moro na geladeira. Agora chegou a vez do ministro Guedes. Assim, Bolsonaro vai eliminando os civis em seu governo, dando lugar a mais militares. Um passo muito curto para a militarização do país. É aguardar para ver. Paulo Guedes, um dos mais respeitáveis economistas do país, com estaque internacional, não foi convidado para participar do plano de reestruturação do país, chamado de Plano Maschal. Ficou na geladeira, o que significa que vai para a fritura.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="694937" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]