Beto Preto notifica Plauto para dar documentos sobre falcatruas na compra de insumos pela SESA

Pedro Ribeiro


O Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, acaba de notificar o deputado estadual, Plauto Miró Guimarães, para que ele apresente, em um prazo de cinco dias, documentos e imagens sobre as acusações que fez no Plenário da Assembleia Legislativa, na sessão do dia três de junho, relativas a superfaturamento em insumos adquiridos pela SESA.

Beto Preto pede explicações sobre as denúncias feitas pelo parlamentar que citou, inclusive, investigações da Policia Federal, com objetivo de tomar as providências legais. Logo que soube das acusações, o secretário informou que, ao contrário do que afirmou o deputado, todas as compras são fiscalizadas pela equipe da SESA e que a determinação é para adquirir insumos e produtos pelo menor preço do mercado.

Acusações

Depois de um bom período em silêncio e fora da mídia, o deputado estadual, Plauto Miró, usou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira para, supostamente, fazer uma denúncia. Não chegou a fazer tal denúncia, mas insinuou que há falcatrua dentro da Secretaria de Estado da Saúde em relação à compra de equipamentos e insumos.

Miró fez um belo rodeio, dizendo que acendeu sinal de alerta no governo e que o Ministério Público e da Polícia Federal estariam investigando possíveis superfaturamentos na compra de equipamentos pela SESA neste período de pandemia, em especial de respiradores, que uma hora custa R$ 80 mil, outra R$ 130 mil…

A Secretaria da Saúde nos informa que o secretário Beto Preto sempre foi rigoroso na compra de equipamentos, com controle diário junto aos órgãos responsáveis pelas aquisições. “Nosso valores estão, inclusive, abaixo dos encontrados no mercado nacional”, disse a assessoria de Beto Preto.

Por fim, Miró perguntou ao deputado Luiz Cláudio Romanelli quantas CPIs existem na casa, dando a entender que iria ampliar suas investigações para, se for o caso, colocar como sugestão a abertura também de uma CPI sobre a SESA.

No final de sua fala, Miró desabafou a falta de apoio do governo estadual, principalmente em relação à área da saúde, em sua base eleitoral, Ponta Grossa, o que dá a entender que o deputado estaria fazendo defesa em acusações em causa própria.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal