Bolsonaro ataca agora a Folha de São Paulo

Pedro Ribeiro

bolsonaro resumo marielle porteiro frota portaria

Na guerra contra a imprensa, depois da Rede Globo, o presidente Jair Bolsonaro volta sua artilharia agora para o jornal paulista Folha de São Paulo. “Nenhum órgão aqui do meu governo vai receber o jornal Folha de S.Paulo, aqui em Brasília. Está determinado”, oficializou Bolsonaro ao mandar cancelar as assinaturas do jornal em órgãos do governo em Brasília.

A declaração ocorreu durante uma entrevista por telefone ao programa Brasil Urgente, do apresentador José Luiz Datena na TV Bandeirantes, em que o presidente atacou a cobertura jornalística de seu governo.”

CENSURA

“Espero que não me acusem de censura. Quem quiser comprar a Folha de S.Paulo, ninguém vai ser punido por isso, manda o assessor dele, vai lá na banca e compra a Folha de S.Paulo, e se divirta.”, disse.

É claro que se trata de censura, pois, como chefe da nação, jamais poderia tomar uma atitude tão radical como esta. Bolsonaro tem que provar para os brasileiros e para si mesmo que é possível governar sem tomar medidas extremas como esta. Ele pode, sim, determinar aos órgãos de governo que não anunciem no jornal, mas impedir que o funcionalismo leia a Folha é mais uma medida desnecessária, o que mostra que ele vem perdendo essa guerra com a mídia.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal