Bolsonaro destaca liberação de 40 licenças para PCHs no Paraná

Pedro Ribeiro


Com a venda da Copel Telecom por quase R$ 2 bilhões, onde deve ter entrado um bom dinheiro aos cofres da empresa e, quem sabe, do Estado, e o aumento na geração de empregos com desempenho favorável do setor industrial, mais a participação decisiva do governo federal através da Itaipu Binacional, na realização de obras no Estado, o governador Ratinho Junior tem colhido elogios do presidente Jair Bolsonaro pela sua gestão como chefe do executivo paranaense.

Bolsonaro, durante visita à Usina de Energia em Renascença, destacou a unidade da PCH que vem gerando energia na região para 50 mil pessoas e principalmente pela determinação do governador em autorizar a licença para mais 40 pequenas usinas hidrelétricas. “Até brinquei com ele, dizendo que daqui a pouco você vai ter uma outra Itaipu dentro do Estado. Uma outra potência dentro do Estado do Paraná”.

A Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bedim tem seis mil quilowatts de potência instalada e a produção é capaz de atender cerca de 12,5 mil residências. Bolsonaro chegou de helicóptero, que pousou na PCH, com a comitiva presidencial por volta das 15h. A comitiva contou com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o

Durante a inauguração, Bolsonaro discursou sobre as melhorias no estado e apoio de Itaipu Binacional para as obras de infraestrutura e destacou que o Brasil é o pais que mais preserva o meio ambiente.

“Ninguém no mundo, eu desconheço, tem fontes de energia limpa como nós temos. Pega os países mais críticos a nós, que participam da união europeia, suas críticas são completamente infundadas, em especial quando falam da nossa região amazônica. Nós somos o país que mais preserva o meio ambiente no mundo.”

Em maio de 2020 foi sancionada uma lei que autoriza a construção e a regularização de 15 empreendimentos hidrelétricos e de geração de energia no Paraná.

Os empreendimentos são duas Pequenas Centrais Hidrelétricas e 13 Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), que contabilizam mais de 40 megawatts (MW) de potência instalada, que serão construídas em 18 municípios, conforme o governo estadual.

De acordo com a Associação Brasileira de PCHs e CGHs (AbraPCH), com esses empreendimentos, serão 40 projetos no estado aprovados e prontos para serem construídos entre 2020 e 2021.
Dessa forma, o Paraná é um dos estados com maior potencial energético do país.

Conforme a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), há 31 PCHs e 68 CCHs em operação no Paraná, que somam 388 MW de potência instalada, o que representa 6,3% do total do País.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal