Sintonia Fina
Compartilhar

Bolsonaro joga Refis das pequenas empresas ao Congresso

“Inflação acima de 10%. Um desastre! Mais de 12,9 milhões de desempregados e perto de 20 milhões passando necessi..

Pedro Ribeiro - 12 de janeiro de 2022, 13:01

ANÚNCIO

“Inflação acima de 10%. Um desastre! Mais de 12,9 milhões de desempregados e perto de 20 milhões passando necessidade e até fome. Estes são sinais vitais de que o Brasil precisa acordar”. As observações do deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB) vem na esteira de mais uma manobra do presidente Jair Bolsonaro que vetou integralmente o projeto de lei da renegociação de dívidas de micro e pequenas empresas e microempreendedores, e agora pede aos parlamentares do Congresso Nacional que derrubem o veto. "Esse é o governo que somente depois de dois anos da doença criou agora um comitê de combate à covid nas comunidades indígenas. Isso para tentar fugir da mão forte da Justiça", disse.

Romanelli disse que as pequenas empresas e os microempreendedores são responsáveis pela manutenção, com todos os percalços da crise, da maioria dos empregos no País. "Esse titubeio só traz mais insegurança e é mais um desastre para a economia da sobrevivência e da geração de empregos”, completa.

Mesmo com a decisão claudicante de Bolsonaro, o deputado conversou com o senador Dário Berger (MDB-SC) que está articulando a derrubada do veto no Congresso Nacional. "O presidente justificou seu veto alegando legislação eleitoral e a questão da Lei de Responsabilidade Fiscal", pontuou o senador.

ANÚNCIO

“Vamos derrubar o veto e faremos valer a lei que teve o meu integral apoio no Senado. É lamentável a decisão do governo que afeta milhares de microempreendedores, que representam um dos setores mais importantes para a economia nacional. Não é possível penalizar ainda mais os pequenos empresários que já enfrentam dificuldades para manter as portas abertas desde o início da pandemia e que se reinventaram para manter empregos”, afirmou Berger.