Campanha começa com mão pesada em Morretes

Pedro Ribeiro

morretes turismo paraná culinária

 

A campanha à Prefeitura de Morretes já mostra sinais de que não será com orquídeas e lírios que perfumam e enfeitam a bela cidade. Nas redes sociais, os agressores de campanha, já entraram em campo para desconstruir a imagem daqueles que, de uma forma ou outra, tem interesse em promover o desenvolvimento da cidade que reúne, nos finais de semana, perto de 15 mil pessoas que buscam nos pratos típicos de frutos do mar e na beleza natural, o lazer de sua família.

Bastou o atual prefeito, Marajá, passar uma mão de tinta nas principais ruas do centro, dando um melhor aspecto aos turistas, para caírem de pau nele sugerindo que está fazendo “alguma coisa” apenas agora, em época de eleição. Marajá, assim como prefeitos anteriores, fazem o que o orçamento permite, pois não podem fazer milagres.

E milagres é o que estão prometendo à cidade e sua gente que, no mínimo, merecem respeito. Tem candidato que entra ano e sai ano e continua pleiteando cargo baseado em um planejamento faraônico que jamais seria realizado. Mas também tem candidato pé no chão que se propõe a discutir a cidade com seus moradores e religioso milagreiro que fica fazendo futricas nos quatro cantos da cidade.

Morretes, como disse, merece respeito.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.