Campanha em Curitiba desanda com denúncias de candidato

Pedro Ribeiro

francisco francischini

Há menos de 10 dias para as eleições à Prefeitura de Curitiba, a campanha entre os candidatos que, aparentemente, estava em cima de propostas à cidade, acabou desandando nesta quinta-feira, quando o candidato Fernando Francischini anunciou que protocolará nesta sexta-feira no Ministério Público Federal um pacote de denúncias contra o atual prefeito Rafael Greca, insinuando possíveis benefícios da gestão para alavancar negócios da sua família.

O deputado federal e secretário da Justiça, que teve sua imagem usada pela equipe de marqueting de Francischini, acusa o marqueteiro Marcelo Cattani ao enunciar que não deu autorização para usar sua imagem na tentativa de “lavar” o ataque que faz ao prefeito Rafael Greca, o qual é, também, meu adversário político. Leprevost foi mais firme em sua resposta, afirmando que “não compactuo com artifícios políticos desleais e lamento profundamente que, mais uma vez, o senhor Marcelo Cattani tente transformar a campanha eleitoral da nossa Curitiba na latrina de onde ele saiu”.

Francischini anunciou no final da tarde desta quinta-feira que às 11 horas de hoje, sexta-feira, estará na sede do Ministério Público Federal para entregar os documentos que embasagem o programa eleitoral exibido ontem (05). “São decretos da Prefeitura de Curitiba e matrículas de imóveis que foram desapropriados, entre outros documentos, disse.

A assessoria da campanha do prefeito Rafael Greca disse que os advogados estão analisando o conteúdo das denúncias e que se pronunciarão em breve à respeito dos ataques.

Cattani, que hoje está na campanha de Francischini foi o responsável pela campanha de Greca nas eleições passadas e, portanto, esteve ao lado do prefeito por vários anos até ser demitido pelo secretário especial Giovani Gionedis, no início deste ano. Nos meios políticos, inclusive junto a marqueteiros de outras campanhas, já ganhou o apelido de X9.

O candidato do MDB, ex-deputado federal João Arruda, disse a esta coluna que este tipo de campanha não leva a lugar algum, já que os curitibanos querem propostas para a cidade. “Minha campanha não está pautada em agressões a este ou aquele candidato, embora não concorde que Greca não participe dos debates. Estou fazendo minha parte, levando propostas para a nossa cidade, entre elas a ampliação dos serviços de saúde, obras de saneamento, transporte coletivo, educação e urbanismo”.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal