Cida fala ao Paraná Portal sobre o pedágio e seu desejo de ver as tarifas reduzidas em todas as praças

Pedro Ribeiro


A governadora Cida Borghetti nos recebeu, na manhã desta terça-feira, em seu gabinete, no Palácio Iguaçu como representante do Paraná Portal, onde relatou as realizações em seu período de sete meses de governo e sua experiência como candidata à reeleição.

Pouco antes, a governadora teve uma reunião com os presidentes da Federação da Agricultura do Estado do Paraná.l Ágide Meneghetti e com o presidente da Federação das Empresas de Transportes do Estado – Fetranspar – Coronel Sergio Malucelli, onde falou sobre a questão do pedário, que interessa às duas entidades do G7.

Feliz e satisfeita com suas ações, Cida disse que é muito nova e que vai dar continuidade ao seu trabalho em benefício do Paraná. “O governo, onde pude visitar praticamente todos os municípios e ajudar a maioria deles, foi uma grande experiência para mim que jamais esquecerei e quero dar continuidade a esse trabalho”.

Ao Paraná Portal, a governadora relatou o fato do dia, ou seja, suas ações em relação ao pedágio que podem terminar com redução das tarifas nas 26 praças espalhadas por todo o Estado. Cida também colocou o Estado no polo ativo das ações que podem acabar com um sistema tarifário há muito tempo considerado injusto e perverso aos paranaenses.

A expectativa se confirma com a recente decisão da Justiça Federal que fechou uma praça de pedágio, reduziu a cobrança em outras duas, bloqueou R$ 1 bilhão de ativos de uma concessionária e deu prazo de um mês para início de obras previstas em contrato na BR-369 no norte do Paraná.

“Eu acredito que todas as outras praças terão esse olhar do juiz Rogério Dantas. Esta decisão pode se estender para todas as outras praças e a redução significativa é importante para o produtor, ao caminhoneiro e à população que utilizam as rodovias do Anel de Integração no Paraná”, disse Cida ainda na sexta-feira, 23.

O Ministério Público Federal confirmou nesta segunda-feira, 26, que ações semelhantes – que preveem redução de tarifa, sequestro de receita e realização imediata de obras – serão ajuizadas sobre os contratos de outras cinco concessionárias que exploram as rodovias pedagiadas no Paraná.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal