Cida quer diálogo com servidores públicos sobre reajuste salarial

Pedro Ribeiro


Cida Borghetti quer fazer as pazes com os servidores públicos, embora não tenha, como gestora pública, culpa no cartório sobre o projeto re reajuste de R$ 2,7% e 1%. Ela disse, nesta terça-feira, que uma das marcas de seu governo é a reabertura do diálogo com os sindicatos dos servidores a respeito dos salários, mas sem abrir mão do equilíbrio fiscal e das contas públicas. “Eu tenho responsabilidade com 11 milhões de paranaenses, responsabilidade fiscal e também não podemos infringir a Lei de Responsabilidade Fiscal”, reafirmou Cida que adiantou o compromisso com a valorização do funcionalismo estadual.

Cida Borghetti voltou a reafirmar que não cedeu às medidas eleitoreiras e vetou o aumento de salários a outros poderes – Assembleia Legislativa, Ministério Público, Defensoria e Judiciário Estadual – que foi promulgado pelo legislativo. “Eu propus o aumento de 1% para destravar a data-base. Isso é respeito ao funcionalismo, respeito a população, aos 11 milhões de paranaenses”, reiterou.

“O dinheiro é um só, o Tesouro do Estado é um só que vem do sagrado dinheiro dos nossos contribuintes”, disse Cida que reafirmou: “Vou abrir a discussão e o diálogo após as eleições, não podemos em um momento pré-eleição fazer atitudes eleitoreiras e colocar em risco toda as finanças do Estado, infringir a lei de responsabilidade fiscal e comprometer as despesas.

Mesmo sem aumento, a folha do funcionalismo público cresceu 2% este ano e o Paraná está entre os três estados mais eficientes do Brasil. “Cuidamos de tudo com responsabilidade com investimentos, obras em todos os municípios e em todas as áreas”, disse a governadora Cida Borghetti.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="550947" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]