Cida, Romanelli e Martins, as vítimas dos golpes da clonagem de telefones

Pedro Ribeiro


 

Não foram apenas os paranaenses, a governadora Cida Borghetti e os deputados estaduais, Luiz Cláudio Romanelli e Luiz Carlos Martins, as vítimas da quadrilha que vem clonando telefones no país e desbaratada nesta terça-feira pela Polícia Federal.

A operação Swindle contra um grupo criminoso que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via aplicativo de trocas de mensagens invadiram os celulares dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha,  da Secretaria de Governo, Carlos Marun e do ex-ministro do Desenvolvimento Social e Agrário Osmar Terra.

Os criminosos, segundo a Polícia Federal, se apossavam das contas de WhatsApp das vítimas e fazendo-se passar pelos reais donos dos números e solicitavam transferências bancárias para pessoas de suas listas de contatos.

No Paraná, no início do ano, o deputado federal, Ricardo Barros, avisa, via assessoria de imprensa e pelo seu whats, que haviam clonado o telefone de sua esposa, a governadora Cida Borghetti. Até o momento ainda não foram divulgados os valores que os malacos teriam retirado das contas bancárias dos paranaenses.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="537202" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]