Coronel aposta seu salário com deputados militares que governo não cumprirá data-base

Pedro Ribeiro

Os coronéis da reserva estão bravos com a proposta do governador Ratinho Junior de conceder 5,09% de reposição salarial em três anos. O presidente da Associação Vila Militar (AVM), coronel Washington Rosa, reagiu com indignação e provocou os deputados de apoio às demandas militares na Assembleia Legislativa para que deixem de desviar o foco da tropa com outros projetos e lutem pela data-base que está defasada há quatro anos, com perdas que chegam a 17%.

Washington Rosa fez uma aposta com dois deputados policiais, o Coronel Lee e o Soldado Adriano: “aposto meu salário que até o término de 2022, quando termina este governo, não haverá equiparação com a polícia civil. Caso contrário, quero o salário de vocês que, aliás, são dois salários, o de aposentados da PM e de deputados”.

Post anteriorPróximo post
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.