Covid tem aumento no Paraná e governo amplia medidas de prevenção

Pedro Ribeiro


Enquanto o governador Ratinho Junior, o secretário de Saúde, Beto Preto e o deputado estadual, Luiz Claudio Romanelli, reforçam a importância das medidas de prevenção e de enfrentamento do coronavírus em todo o estado, vemos o número da doença crescer no país que já contabiliza perto de 20 mil mortos.

No Paraná, a curva de infectados vem crescendo e houve sete óbitos nas últimas 24 horas. O ecretário Beto Preto justifica que isso é resultado de 15 a 20 dias atrás, onde muitos aposentados saíram às ruas em busca da pensão, nos bancos, houve filas em frente as unidades da Caixa Econômica para a retirada dos R$ 600.

O governador Ratinho Junior voltou a explicar que o governo trabalha com a descentralização da saúde desde o ano passado como estratégia também no combate à epidemia de dengue. “A descentralização permitiu que a rede de saúde estivesse relativamente organizada quando à covid-19 chegou ao Paraná”, disse.

“A estratégia do Estado está correta em regionalizar o atendimento dos pacientes e dotar os hospitais regionais de estrutura, principalmente, de leitos de enfermaria e de UTI. O Paraná é exemplo e referência para outros estados e países”, disse Romanelli.

Estratégia de combate

“O Paraná se tornou uma referência positiva em meio a tragédia do coronavírus. Graças a uma combinação de ações eficazes do governo do Estado, a boa estrutura do nosso sistema de saúde, e a presteza do Legislativo em aprovar projetos inovadores, além da adesão, pela maior parte paranaenses, a essas medidas de prevenção e combate a doença. Isso tudo vem garantindo a nosso Estado os mais baixos números de contaminação e de óbitos em relação a população no país”. A declaração foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), ao comentar o agravamento dos números da pandemia no Brasil que colocaram o país entre os que tem o maior número de infectados pela Covid-19 no mundo.

O Brasil atingiu o terceiro lugar em número de infecções, com 271.885 contaminados e 17.983 mortes. O Paraná contabiliza 2.481 casos de contaminação e 129 óbitos. “Os resultados diferenciados do nosso Estado não são casuais”, diz Traiano. “Nossa Assembleia, por exemplo, desde o início da crise do coronavírus, assumiu uma posição de liderança. Fomos o primeiro Legislativo a usar sessões remotas, tomamos a iniciativa de transferir R$ 37,7 milhões de um fundo de modernização do Parlamento para o governo do Estado combater a pandemia

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.