CPI contra Moro e Dallagnol: importante ou aberração?

Pedro Ribeiro

moro errou pesquisa ministério da justiça juiz, projeto anticrime, camara, moro

 

Mais um incômodo para o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, com reflexos negativos no Palácio do Planalto, em especial aos ouvidos do irrequieto presidente Jair Bolsonaro. Tudo por conta de deputados de oposição que apresentaram na mesa diretora da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (12), um requerimento para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar articulação entre os membros da Procuradoria da República no Paraná e o então juiz Sergio Moro, conforme denunciou o site americano Intercept.

Os deputados conseguiram assinatura de mais de um terço (175) do total de parlamentares da Câmara dos Deputados. Portanto, foi cumprindo o requisito de 1/3 de assinatura e tendo um requerimento que estabelece o objeto de investigação e os prazos, o que está no documento, o presidente da Casa, Rodrigo Maia, “tem o dever de viabilizar a organização e o funcionamento” da CPI.

Além das revelações do Intercept, os deputados querem criar a CPI também porque o procurador da República e coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol se recusou a comparecer à Câmara dos Deputados nos dois convites que recebeu.

A liderança da minoria na Câmara dos Deputados disse que a instauração da CPI é importante para esclarecimentos. “Não queremos a CPI como instrumento de perseguição, mas de aprofundar as investigações. Queremos saber se houve violação da Constituição, do código da magistratura, do estatuto do Ministério Público, se delações foram negociadas, se pessoas inocentes foram feitas de réu. Isso tudo precisa ser esclarecido”, completou.

O deputado aliado do governo Capitão Augusto (PL-SP) afirmou à reportagem que está fazendo uma mobilização para que deputados retirem suas assinaturas do requerimento de CPI. No entanto, segundo o parlamentar, os nomes de quem apoia a proposta não foram divulgados. “Estamos fazendo uma grande mobilização desde já para que haja uma pressão popular para os deputados retirarem as assinaturas”, afirma. “Não queremos que se instale essa aberração de CPI contra o ministro Sergio Moro”, conclui.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="658193" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]