Cuidado com o golpe do “seqüestro” familiar

Pedro Ribeiro


O golpe é o mesmo. Os marginais ligam para a vítima e dizem ter sequestrado algum familiar dela. Eles colocam outro para falar ao telefone se passando pelo refém. Em seguida pedem dinheiro para que a pessoa seja libertada.

Este golpe vem acontecendo no Paraná. A Polícia Civil do Paraná (PCPR) alerta a população para falso sequestro nesta época de festas de final de ano. Nesta semana, policiais orientaram uma senhora que estava prestes a depositar dinheiro para os criminosos, em Matinhos, no Litoral do Estado.

Segundo a Polícia Civil, e importante que no momento da ligação a pessoa se mantenha calma, entre em contato com o familiar que supostamente teria sido sequestrado para confirmar a veracidade dos fatos. Em nenhum momento deve-se fazer a transferência dos valores pedidos antes de verificar a situação e comunicar a polícia.

A polícia auxiliou uma senhora que estava sendo vítima deste golpe. Ela recebeu uma ligação afirmando que a filha havia sido sequestrada e pediram uma quantia em dinheiro.

A senhora saiu para depositar o valor pedido, porém uma vizinha impediu que isso ocorresse. No caminho também encontrou uma policial civil que conseguiu acalmá-la, fazendo com que ligasse para a filha, certificando-se de que ela estava bem.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="735954" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]