Damaris e Malucelli formam motoristas venezuelanos em Maringá

Pedro Ribeiro


 

O presidente a Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Paraná e das unidades regionais do Sest-Senat, coronel Sergio Malucelli, recebeu neste final de semana, em Maringá, a ministra Damaris Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, para solenidade de formação de 36 motoristas de caminhão contratados pela Transportadora Transpanorama, através da Missão Acolhida realizada pelo Exército Brasileiro. A  Transpanorama é de propriedade do empresário Claudio Damucho.

“Este é dos momentos mais emocionantes da minha vida, vendo esta formatura de venezuelanos acolhidos pelos empresários paranaenses do setor de transportes rodoviários. Estes homens vão honrar muito o que vocês fizeram aqui e essas famílias vão ser felizes”, disse a ministra. Estas famílias de venezuelanos foram trazidas de Roraima pela ministra Damaris dentro da sua missão de acolher refugiados e na defesa dos direitos humanos, pontuou Malucelli.

CRISE HUMANITÁRIA

Operação Acolhida operacionaliza a assistência emergencial para o acolhimento de refugiados e migrantes provenientes da Venezuela em situação de maior vulnerabilidade, decorrente do fluxo migratório provocado por crise humanitária. Ela tem o apoio de agências da ONU no Brasil e de organizações da sociedade civil. Já passaram pela operação cerca de 2.500 militares de diversas especialidades.

A Operação Acolhida é coordenada no âmbito do Comitê Federal de Assistência Emergencial, que funciona sob a coordenação da Casa Civil da Presidência da República, com a participação dos ministérios da Defesa, Cidadania, Justiça, Saúde, Educação, Relações Exteriores, Família e Direitos Humanos, Economia e Desenvolvimento Regional, além do Gabinete de Segurança Institucional.

No marco da operação, os venezuelanos que chegam ao Brasil são registrados, documentados e imunizados. Aqueles que pretendem permanecer no Brasil são orientados a solicitar refúgio ou requisitar visto de residência temporária. Os casos mais vulneráveis são encaminhados para abrigos temporários emergenciais. Outro eixo importante da operação é a interiorização, que tem transferido refugiados e migrantes de Roraima para outros Estados do país, onde encontram melhores oportunidades de integração econômica e social. Mais de 5,2 mil refugiados e migrantes venezuelanos já foram interiorizados para 50 cidades em 17 Estados diferentes.

OPORTUNIDADE DE TRABALHO

A Missão Acolhida da Transpanorama em parceria com o SEST SENAT de Maringá tem como objetivo Captar, qualificar e desenvolver mão de obra, especificamente de motoristas “CNH E” venezuelanos, com intenção de gerar oportunidade laboral e social para os envolvidos. A Transpanorama fornece alimentação e hospedagem, Regularização da CNH E no DETRAN, formação e aperfeiçoamento técnico e prático para CNH E no SEST/SENAT.

A AERM (Associação dos estrangeiros residentes na região Metropolitana de Maringá), dará suporte e apoio em ações sociais, integração e adaptação em Maringá.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal