De olho no voto dos jovens, Bolsonaro cria emprego Verde Amarelo

Pedro Ribeiro

jair bolsonaro


 

No meio do furacão, com a queda de Morales, prisão em segunda instância e principalmente a soltura do ex-presidente Lula, que vem inflamando a militância petista e esquerda de modo geral, colocando gasolina no fogo da política nacional, a estratégia do presidente Jair Bolsonaro foi atingir a juventude que, consequentemente, chega no seio da família brasileira: emprego para os jovens.

Também nesta segunda-feira o governador paranaense, Ratinho Junior, anunciou a criação de 20 mil novos empregos beneficiando jovens em estado de vulnerabilidade.

O programa de emprego Verde Amarelo, anunciado por Bolsonaro nesta segunda-feira, objetiva gerar 1,8 milhão de postos de trabalho até o fim de 2022 e irá beneficiar, em especial, os jovens de 18 a 29 anos que ainda não tiveram nenhum emprego com carteira assinada.

VOTO DOS JOVENS

Ao colocar este grande número de jovens no mercado de trabalho, o governo federal estará desonerando a folha de pagamento das empresas e o programa será financiado com a compensação da contribuição sobre o seguro-desemprego, revela o Ministério da Economia.

O prazo máximo dos contratos Verde Amarelos será de 24 meses, e novas contratações pelo programa poderão ser registradas até 31 de dezembro de 2022.

Bolsonaro, com este programa, certamente está de olho no voto dos jovens.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.