Desburocratizando documentos para o transporte de cargas no País (DT.e)

Pedro Ribeiro


 

O Ministro da Infraestrutura, Tarcisio de Freitas, estará segunda-feira (30) em Porto Alegre para difundir aos empresários locais do setor de transportes de cargas e agronegócio o Documento de Eletrônico de Transporte (DT-e), instrumento que vai digitalizar e unificar todos os documentos referentes ao transporte de cargas.

O DT-e terá, em formato único, traz informações de identificação, caracterização, monitoramento e fiscalização da operação de transporte em território nacional, com unificação de informações cadastrais, comerciais, logísticas, sanitárias, ambientais, financeiras e demais informações decorrentes de exigências e obrigações acessórias regulamentadas pelo Poder Público.

A ideia, segundo o presidente da Federação dos Transportes de Cargas do Paraná, Sergio Malucelli, que participará do encontro em Porto Alegre, é reunir todas as informações que hoje estão espalhadas em 41 documentos diferentes, que são necessários para emissão em uma viagem de origem e destino, em apenas um aplicativo.

De acordo com o ministro Freitas, ” a nossa ideia é eliminar os documentos do MInfra de imediato. Já temos uma adesão forte do setor bancário, que quer usar isso para bancarizar o caminhoneiro, fornecer crédito mais barato e capital de giro, porque o DT-e vai nos ajudar a ter o histórico de crédito desses profissionais, e a ideia é fazer essa operacionalização o quanto antes”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="786428" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]