Dia do Médico homenageia 125 profissionais no Paraná

Pedro Ribeiro


O Conselho Regional de Medicina do Paraná realiza em 18 de outubro, a sua solenidade comemorativa do Dia do Médico. Pela primeira vez, em 35 anos, ela será exclusivamente virtual e com adoção das medidas sanitárias de distanciamento em todas as fases da cerimônia, que será transmitida a partir das 9 horas pela plataforma do YouTube (o link será disponibilizado em breve). O evento é aberto ao público e o vídeo estará acessível nos canais do CRM-PR.

Neste ano, 125 médicos serão homenageados por completarem 50 anos de formados com histórico ético exemplar. Eles recebem o Diploma de Mérito Ético-Profissional e também cristal simbolizando a Medicina. Também está sendo entregue a Medalha de Lucas – Tributo ao Mérito Médico, comenda inspirada no patrono dos médicos e que é conferida a profissionais com relevante trabalho social e humanitário. A premiação alcança a pediatra Mariângela Batista Galvão Simão, nascida em Curitiba e que há 40 anos se dedica à saúde pública. Hoje ela é a brasileira mais graduada e experiente na Organização Mundial da Saúde, atuando no combate à pandemia.

A cerimônia também reservará espaço para homenagear os médicos paranaenses atuantes no enfrentamento da Covid-19 e aqueles que foram vitimados pela doença. Até agora, 15 médicos faleceram no Estado por causa do novo coronavírus. Dados oficiais indicam que 713 médicos já foram contaminados no Paraná, sendo que 533 já estão recuperados. Ao todo, 8.524 profissionais de saúde testaram positivo para doença.

As autoridades convidadas para participar do evento virtual foram o governador Ratinho Junior; o secretário de Saúde Beto Preto; o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Donizetti Dimer Giamberardino Filho; o presidente da Academia Paranaense de Medicina, Renato Araújo Bonardi; e o presidente da Associação Médica do Paraná, Nerlan Tadeu Gonçalves de Carvalho. Conduz a festividade o presidente do CRM-PR, Roberto Issamu Yosida.

As comendas foram encaminhadas antecipadamente aos homenageados para que pudessem registrar imagens em seu ambiente profissional ou familiar em condições de segurança. O acervo selecionado será apresentado juntamente com a ficha original de inscrição no Conselho, a maioria datando de meio século. Alguns dos homenageados se formaram em outros Estados ou atuaram parte de sua carreira profissional fora do Paraná.

Medalha de Lucas

A Medalha de Lucas, honraria por trabalho médico-social.
A Medalha de Lucas foi instituída em 1996 para reverenciar profissionais por seu trabalho médico-social. Até hoje, somente 16 médicos tinham sido condecorados, dentre eles a pediatra Zilda Arns Neumann, fundadora da Pastoral da Criança, e o padre-médico José Raul Matte, que por mais de meio século dedicou-se a assistir os ribeirinhos da Amazônia. Formada pela UFPR em 1980 e com especialização em pediatria e saúde pública, a Dra. Mariângela Simão foi a escolhida deste ano em meio a duas dezenas de destacadas personalidades.

Ela integrou o projeto Mãe Curitibana, sendo uma das mentoras e considerada peça-chave em sua constituição. Além de passagens pelas Secretarias de Saúde de Curitiba e do Paraná, foi diretora por mais de cinco anos do Departamento de DST/AIDS/Hepatites Virais do Ministério da Saúde, onde se destacou pela atuação na garantia do acesso a medicamentos e na defesa de direitos das populações mais vulneráveis ao HIV. Integrou o corpo diretivo do Programa das Nações Unidas para o HIV e AIDS (UNAIDS) em Genebra, Suíça, onde também foi diretora do departamento de Prevenção, Direitos Humanos e Gênero até 2017, quando assumiu o cargo de diretora-geral assistente para Acesso a Medicamentos, Vacinas e Produtos Farmacêuticos na Organização Mundial da Saúde.

Neste período de pandemia, entre as atribuições da Dra. Mariângela está a coordenação da formulação de mecanismos globais para assegurar alocação justa e acesso equitativo a vacinas e terapias que sejam comprovadamente eficazes e seguras contra o novo coronavírus. Reside na Suíça. Também foi conselheira do CRM-PR de 1998 a 2003.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal