Diminuir o tamanho do Estado para reduzir a carga tributária

Pedro Ribeiro


Com previsão de crescimento da economia em 0,80% este ano, começa a ser discutido na Câmara Federal a possibilidade de redução da carga tributária. O primeiro a falar sobre o assunto foi o próprio presidente da casa, Rodrigo Maia, ponderando que isso só será possível se o tamanho do Estado brasileiro diminuir.

Para que se diminua o tamanho do Estado é necessário que se faça as reformas administrativa e previdenciária, aprovadas, para, a partir de então, ter espaço no orçamento para poder reduzir os impostos. Segundo Maia, a reforma tributária vai, em um primeiro momento, simplificar os impostos para garantir o crescimento econômico e gerar mais recursos para os entes federados.

Se as despesas são obrigatórias e não posso reduzir da noite para dia, então eu preciso arrecadar o valor para cumprir essas despesas. A gente reduz a carga tributária reduzindo o tamanho do Estado (…). Sem essas reformas que olham o lado da despesa, não adianta prometer reduzir a carga tributária”, disse o presidente.

Além da reforma tributária, há consenso no Congresso Nacional sobre a necessidade de se promover, também, a reforma administrativa, melhorar a eficiência do serviço público e diminuir os gastos obrigatórios do governo, pois a cada ano que se passa, diminuem os recursos disponíveis para investimento no País.

O presidente da Câmara explica que o problema é que 94% das despesas são obrigatórias, então você pode desvincular o que você quiser, mas 94% estão comprometidas. Agora mesmo o governo deve apresentar o orçamento do próximo ano e as despesas de investimento caíram mais de R$ 12 bilhões e vai continuar caindo”.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="654823" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]