Em defesa do Pico do Marumbi

Pedro Ribeiro


Os deputados estadual, Paulo Litro e federal, João Arruda, entraram na briga da Prefeitura de Morretes em defesa do Pico do Marumbi que, supostamente, teria sido registrado em cartório de Antonina em nome de um empresário. Arruda, que fez um pronunciamento na Câmara dos Deputados, sustentando que o Parque Estadual do Marumbi, criado no governo Alvaro Dias e ampliado por Roberto Requião, esteve no Cartório de Morretes juntando documentos para encaminhar ao Ministério Público. “Não podemos permitir que nos tomem este monumental patrimônio, o Pico do Marumbi, que é dos paranaenses”, disse. Litro, que também conversou com a cartorária firmou que vai fazer um pronunciamento na Assembleia Legislativa na próxima segunda-feira onde também pedirá informações sobre a obscura negociação.

A denúncia sobre a compra do Pico do Marumbi foi feita pelo Paraná Portal em reportagem que mostra toda a tentativa de negociação que começa com um documento de 1911. A transação só não foi efetivada porque a cartorária de Morretes e a Prefeitura Municipal interferiram.

 

Paraná perde área do Pico do Marumbi, decretada como parque estadual

 

 

 

 pedro.ribeiro

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="488088" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]