Sintonia Fina
Compartilhar

Enfim, o bom uso da frase para Inglês ver

 Após 20 anos da criação do sistema de cobrança de pedágio em rodovias paranaenses - Anel de Integração - qu..

Pedro Ribeiro - 04 de outubro de 2018, 13:10

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

ANÚNCIO

Após 20 anos da criação do sistema de cobrança de pedágio em rodovias paranaenses - Anel de Integração - que causou polêmicas, principalmente em épocas eleitorais, inclusive com uma CPI na Assembleia Legislativa, enfim, um governo decreta intervenção branca com a presença de militares da reserva para fiscalizar e controlar os contratos e a cobrança de tarifas. A Agepar já não cumpria esse papel?

Fica a pergunta: se o governo decretou intervenção, ele vai assumir a administração do pedágio, das praças, dos contratos, das tarifas e das obras? Se não fizer isso ou, como afirmou agentes do governo, colocar militares nas praças, não é intervenção. E mais: o governo também assumirá as obras que estão sendo feitas atualmente? isto não representa mais desembolso para os cofres públicos? há orçamento para isso?

Acompanhei, de longe, a entrevista coletiva e consultei alguns especialistas em pedágio de rodovias e parece que ninguém entendeu a medida a não ser que ela tenha cunho eleitoreiro. Se a governadora Cida Borghetti conseguir, efetivamente, resolver este grave problema que levou várias pessoas - agentes do governo e empresários - para a cadeia, ela já ficará na história do Paraná com apenas pouco mais de seis meses de governo.

A reação imediata da medida veio do candidato da oposição ao Governo do Estado, João Arruda: "isso é demagogia na véspera da eleição", fulminou. Segundo o emedebista, "a atitude da governadora e candidata à reeleição, Cida Borghetti (PP), de decretar a intervenção no pedágio nas rodovias do Paraná, não passa de demagogia em véspera de eleição". Segundo ele, a iniciativa causou estranheza, ainda mais faltando três dias para os paranaenses decidirem quem irá governar o Estado nos próximos três anos.

"Digo isto por que o marido dela (o deputado federal e ex-ministro da Saúde, Ricardo Barros) foi a pessoa que mais trabalhou pela prorrogação dos contratos do pedágio no Paraná, quando eu era coordenador da bancada", disse João. Segundo ele, a imprensa comprova isto com muitas reportagens produzidas na época, incluindo o jornal Gazeta do Povo. "É só busar na internet", frisou.