Governo petista desviou R$ 2,1 bilhões para Cuba

Pedro Ribeiro


 

O que diria, hoje, aquele jovem que viu a mãe praticamente morrer na ante sala do hospital porque a médica não quis atendê-la, alegando o tal “procedimento” e aquela jovem que pariu no corredor de uma UPA também porque não recebeu atendimento médico emergencial, ao saber que os governos do PT desviaram R$ 2,1 bilhões para Cuba. Desse total, R$ 1,35 bilhão se referem a suposta compra do medicamento alfaepoetina humana recombinante.

Quem denuncia essa transferência ilegal é o Tribunal de Contas da União que investiga esse rombo no tesouro público para ajudar a ditadura dos irmãos Castro.

Essa dinheirama – R$2,1 bilhões – foi para a empresa cubana Cimab S/A, controlada pela ditadura, desde o ano de 2004, no governo Lula, até 2017. O relator no TCU, ministro Augusto Nardes, recomenda rescindir o contrato e mudar de fornecedor. Ele aponta nove irregularidades.

O montante investigado inclui verba da construção de um centro de produção de medicamentos no Brasil, que jamais saiu do papel. O TCU diz que nem sequer há termos aditivos no contrato do Ministério da Saúde com a cubana Cimab S.A. E está sendo pago até hoje. Não há prestação de contas da Bio/Manguinhos de verba do Ministério da Saúde repassada a Cuba mesmo sem a transferência de tecnologia. (Cláudio Humberto).

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal