Guto Silva quer o Senado e terá o apoio de Ratinho Junior

Pedro Ribeiro


 

 

No Estado, políticos que estão exercendo mandatos, começam a correr o trecho em busca de algo maior ou da manutenção do mesmo em 2022. Nesta jornada, onde não há amigos e apenas interesses individuais, se sobrepõem os que já estão, confortavelmente ou não, sentados em cadeiras do Executivo e Legislativo e aqueles que se acham donos de votos nas várias regiões do Estado e se consideram vitoriosos. Aliam-se a esses, os que foram derrotados nas últimas eleições e provavelmente aprenderam a lição.

Na corrida, hoje, o cargo mais cobiçado principalmente por jovens candidatos é o Senado Federal que abrirá uma vaga, a do senador Alvaro Dias. O deputado estadual e chefe da Casa Civil do governo Ratinho Junior, Guto Silva, é candidato e não esconde sua pretensão. Nos corredores do Palácio Iguaçu  e na Assembleia Legislativa todos apostam que ele, Guto, vai concorrer ao Senado Federal. O presidente da casa, deputado Ademar Traiano é outro nome da Assembleia Legislativa que também deverá alçar voos maiores.

A ex-governadora, Cida Borghetti deverá ser candidata ao Senado, embora tenha assumido, agora, uma vaga no Conselho da Itaipu Binacional. Cida também tem pretensões de chegar ao Tribunal de Contas como conselheira. Roberto Requião, derrotado nas eleições passadas poderá concorrer à Câmara Federal. Gleisi Hoffmann, com o fortalecimento  de Lula, sinaliza com volta ao Senado.

Ratinho Junior, hoje confortável na cadeira de governador, não teria, pelo menos agora, fortes candidatos para disputar o Palácio Iguaçu, a não ser o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, que sempre manifestou desejo de governar o Estado. As amarras feitas na eleição para sua reeleição a prefeito, com integral apoio de Ratinho Junior, poderá deixa-lo fora do páreo.

Quem tem um panorama geral sobre o futuro da política e dos políticos paranaenses, novos e velhos, é o deputado estadual, Luiz Cláudio Romanelli, que hoje circula com desenvoltura por perto de 40 municípios da região Norte e Noroeste do Estado. Romanelli é uma espécie de bombeiro de plantão e até mesmo chamado de “Posto Ipiranga” devido suas ações sejam ao lado do governador Ratinho Junior ou não. É também um nome cotado para o Senado ou para a vice de Ratinho Junior.

No momento, não vemos ou não conseguimos enxergar nenhuma outra liderança que seja nova para disputar o Senado ou o Palácio Iguaçu. Mas pode surgir e quem vem com potencial para lançar candidatos é o Novo e o Podemos.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="762827" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]