Huck volta ao cenário político e provoca Bolsonaro

Pedro Ribeiro

Luciano Huck - Presidenciável - Eleições 2022 - Candidato - Datafolha - Moro - Bolsonaro - Lula

 

Emissário da Rede Globo, o apresentador e empresário milionário, Luciano Huck, volta ao cenário político nacional e com críticas diretas ao presidente Jair Bolsonaro.  Ao falar sobre desigualdades no Brasil, observando que “que quem diz que não há fome no País é porque “não está vendo”. Em junho,  Bolsonaro disse a jornalistas estrangeiros que é uma “grande mentira” que existam pessoas passando fome no Brasil – e depois se corrigiu.

“Tem gente que diz que não se passa fome no Brasil. Não está vendo”, disse Huck, durante debate “Futuro do Brasil”, evento do qual também participaram o ex-governador do Espírito Santo Paulo Hartung e empresário e fundador do RenovaBR, Eduardo Mufarej.

No ano passado, o RenovaBR, criado em 2017, foi a base de lançamento da candidatura presidencial do apresentador Luciano Huck – Hartung chegou a ser cotado como vice numa possível chapa. O projeto, no entanto, não se concretizou, mas o RenovaBR transformou-se num programa bem-sucedido de bolsas para formação de políticos em início de carreira.

Huck citou uma viagem à Coreia do Sul, feita para seu programa, na qual levou uma professora para conhecer o sistema de ensino do país, para justificar mais investimentos em educação.  “Não dá pra falar em meritocracia enquanto a escola do rico não for a escola do pobre”.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal
[post_explorer post_id="651484" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]