Incra Paraná pede R$ 60 milhões em emendas para regularizações no Estado

Pedro Ribeiro


A Superintendência do Incra/PR, Robson Luis Bastos , apresentou nesta manhã de quarta-feira, em Brasília, ao líder do governo na Câmara Federal, deputado Ricardo Barros, as ações em andamento no Paraná e os projetos para o ano de 2021 em assentamentos federais e em ações de regularização fundiária e solicitou apoio para a elaboração de emendas parlamentares para financiar ações da autarquia federal no estado.

Para que sejam realizados os trabalhos de georreferenciamento – condição para titulação de imóveis rurais – além de prover infraestrutura nos projetos de assentamento e das ações de regularização fundiária em Faixa de Fronteira, será necessário o aporte de R$ 60 milhões, por meio de emendas parlamentares, para atender às necessidades da Superintendência.

“O Incra é responsável pelo gerenciamento de 2,5% do território do estado do Paraná em convênios com 358 prefeituras e é um grande desafio fazer a gestão territorial”, diz Bastos.

O Incra é o gestor das terras situadas em Faixa de Fronteira, que abrange, somente no estado do Paraná, 139 municípios, com uma área de aproximadamente 6,5 milhões de hectares (ha) – cerca de 1/3 do território paranaense. “Ao todo, são exatas 218.053 propriedades rurais, conforme dados do Sistema Nacional de Cadastro Rural, que temos a enorme responsabilidade de prover a segurança jurídica necessária para que elas possam continuar na produção de alimentos e fortalecimento da economia”, pondera o superintendente do Incra/PR.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal