João Arruda quer valorizar educação no Paraná e ampliar parceria do governos com as rádios

Pedro Ribeiro

O Sindicato das Escolas Particulares do Paraná (SINEPE/PR) recebeu nesta segunda (3), o deputado federal João Arruda (MDB), candidato ao governo do Paraná, em encontro com diretores e gestores educacionais. Na ocasião, foi entregue o documento “Brasil do Futuro e Paraná do Futuro – Visões e Propostas das Escolas Particulares”, elaborado pela FENEP e SINEPEs de todo o país.

Em encontro com o Sindicato das Escolas Particulares do Paraná, o candidato ao Governo do Estado, João Arruda (MDB), destacou a valorização da educação pública em parceria com a rede privada no Paraná. “Lutar pela educação pública de qualidade não quer dizer entrar em guerra com o ensino privado, pelo contrário. As sugestões do setor são legítimas e precisam ser levadas em consideração na elaboração de políticas públicas. Desejo uma educação única de qualidade pra todos os paranaenses. Queremos aplicar a qualidade de ensino e de estrutura da rede privada na rede pública, bem como o plano de carreira e o respeito aos professores e servidores”, afirmou.

“Lei do 29 de abril”

Arruda prometeu ainda que, se for eleito, logo no início do mandato irá revisar a Lei 17.435, aprovada no fatídico 29 de abril de 2015. “Com isso, vamos congelar o confisco mensal dos R$ 140 milhões, estacando a sangria. Para que depois que a economia do estado melhore, a gente tenha dinheiro em caixa e progressivamente possa capitalizar o fundo novamente, aos poucos”.

Organizado em onze eixos que incorporam as propostas do setor, o documento apresenta ideias gerais que direcionam propostas para a educação brasileira. Questões críticas associadas à construção de um ambiente de negócios fértil para o desenvolvimento das empresas, associações e fundações (especialmente as instituições de ensino particulares) são contempladas. Sobre a temática da Educação, em si, novos modelos e abordagens de parcerias público privadas precisam ser pensados para o país dar o salto qualitativo de eficiência e eficácia, necessário para a construção de seu futuro.

Com radiodifusores

O candidato ao governo do estado pelo MDB, João Arruda, participou na tarde desta segunda-feira (03/09) de um encontro promovido pelas diretorias da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP) e o Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Paraná (SERT-PR), em Curitiba. As entidades, que representam mais de 320 emissoras em todo o estado, entregaram ao candidato uma agenda de expectativas e demandas do setor para os próximos anos de governo.

“Devemos ampliar as parcerias do governo do estado com o rádio, que é um veículo de comunicação essencial para nos comunicarmos com todo o estado. O rádio atinge até a pessoa mais humilde, na comunidade mais isolada. Eu quero governar com todos os paranaenses, para isso é importante ouvir esse setor”, destacou João.

O candidato também garantiu a manutenção do convênio entre as emissoras de rádio e a Copel. A companhia fornece um desconto na energia gasta pelos transmissores das rádios. Em troca, ganha horários publicitários para informar a população sobre cortes de energia, reparos e demais orientações.

“Queremos não apenas reafirmar o convênio, mas também usar o impacto do rádio para lançar campanhas educativas. Estamos abertos a sugestões e ideias. É possível fazer campanhas educativas, orientar e informar o cidadão sobre educação, matrículas das escolas, sobre o que acontece no governo. Sempre de maneira direta e transparente”.

Ao ser questionado sobre as causas e a revisão de projetos que equiparam rádios comunitárias às rádios comerciais, em especial quanto ao uso da publicidade, João defendeu um posicionamento favorável às comunitárias. “Eu defendo o aumento de potência para rádios comunitárias, de forma que não interfira nas comerciais e nos veículos de comunicação regionais. Podemos, porém, permitir uma ampliação que gere um valor mínimo de receita para a contratação de um funcionário ou custear a água e a luz dessa rádio.”

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.