Jogo econômico na briga entre portos

Pedro Ribeiro


 

O governador Ratinho Junior não aguentou e soltou o que deveria estar engasgado há algum tempo. Disse que o entrave para a construção do novo porto no Paraná a ser instalado em Pontal do Paraná é motivado por questões de concorrência, ou seja, “negócio”. Ele deixou claro que Paranaguá não deseja essa obra, mas o Estado não pode prescindir de tão importante empreendimento para o desenvolvimento da região, com geração de renda e empregos, além de dar nova luz ao turismo no litoral.

O novo porto privado, de propriedade do empresário João Carlos Ribeiro, será destinado ao carregamento de contêineres e será instalado em Pontal do Paraná. O início das obras está previsto ainda para este ano. O empresário aguarda a execução, por parte do Governo do Estado, da Faixa de Infraestrutura, que envolve uma nova rodovia que termina justamente no pátio do porto.

O governador já colocou em seu planejamento de governo (investimento, geração de emprego e renda) o novo porto e disse, em entrevista à imprensa, que “projeto de planejamento do Paraná não pode ser parado pelo Ministério Público”. Se referia justamente sobre o entrave da “faixa de infraestrutura” que tem sido dificultada pelo órgão do judiciário.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal