Levandowski joga mais gasolina no inferno da pandemia

Pedro Ribeiro

Lewandowski determina aplicação de cota financeira para negros já na eleição deste ano

As coisas estavam, vamos dizer, mais ou menos quando surge das catatumbas do Supremo Tribunal Federal (STF) o ministro Ricardo Levanowski e, como Nero, joga gasolina no fogo, ampliando e dificultando as negociações entre patrões e empregados neste momento difícil em que todos tentam lutar contra o maior inimigo do século 21, o novo coronavírus.
Ao incluir sindicatos nas negociações entre patrões e empregados, onde o país já contabiliza mais de 15 milhões de pessoas fora do mercado de trabalho, Levandowski acaba atrapalhando negociações diretas entre as partes.
O deputado Paulo Eduardo Martins relatou no Twitter o caso de uma empresa que já tinha acertado não demitir ninguém, mas o acordo com os funcionários acabou inviabilizado por causa da decisão de Ricardo Levandowski de incluir os sindicatos nas tratativas.
“Dezenas serão demitidos hoje. Tenho que me segurar pra não xingar o sujeito de FDP!”

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal